Vista Alegre do Prata

HISTÓRICO DO MUNICÍPIO DE VISTA ALEGRE DO PRATA

Vista Alegre do Prata, no início de sua colonização era conhecido como Linha 6ª General Osório de Alfredo Chaves, hoje município de Veranópolis do qual é neto. Por volta de 1884, com a divisão dos lotes rurais pertencentes a Alfredo Chaves vieram para estas terras famílias de imigrantes italianos. Saíram da Itália em 1892 – Província de Treviso. Após 3 meses de viagem, desembarcaram no Porto em São Paulo ficando l2 dias no Galpão dos Imigrantes. Saíram para Porto Alegre ( Porto dos Casais) ficando alojados no Galpão dos Imigrantes. Após 20 dias, os adultos a pé, e as crianças dentro de cestas, em cima dos burrinhos, deslocaram-se para Alfredo Chaves.

Ali chegados, hospedaram-se em casa de amigos. Logo que o encarregado da distribuição das terras, o Sr. João Resk, entregou o título provisório das terras com o respectivo número do lote e ferramentas necessárias para a lavoura, os homens, em grupos de 4 ou 5 , com o saco de alimentos nas costas, embrenharam-se nas matas, abrindo a facão uma picada onde pudessem passar, atravessando rios e matos até encontrar o número do seu lote, na Linha 6ª General Osório. Encontrando-o, procuraram escolher um lugar onde houvesse água próxima, para construírem seus ranchos. Havia uma colaboração mútua, todos se ajudavam. Iniciaram o seu árduo trabalho, derrubando mato, cortando pinheiros para fazer as tábuas e tabuinhas (scándole) para a construção do rancho.

Após três meses, voltaram a Alfredo Chaves buscar a família. Já estabelecidos, começaram a derrubar o mato e fazer suas primeiras plantações. Plantaram logo, milho, feijão, batata, providenciaram uma boa horta. Mais tarde, plantaram trigo e fizeram um pequeno parreiral, para produzir o vinho, bebida preferida dos italianos. No primeiro ano, se alimentaram bastante da fauna, pois era abundante, na época. Após um ano de trabalho intenso, já se alimentaram dos produtos por eles produzidos.

Com o passar do tempo foram providenciando a primeira escola, igreja e um cemitério. Era um povo muito católico, unido e batalhador.

Os primitivos imigrantes italianos que ocuparam estas terras foram Angelo Raffo, Antonio Bidese, Pietro Maschio, Claudio Calleffi, Miguel Dalla Costa, Tiago Caprini, Gregório Lorini, Angelo Tonus, Maria Ubertti, Angelo Treviso e outros.

Alguns anos mais tarde, após a chegada massiça dos italianos , aos poucos, foram chegando a corrente imigratória polonesa. Como pioneiros da colonização polonesa citamos Grzebielukas, Modelski, Koakoski, Petrykoski, Rapkiewcz, koprowski,, Kajawa, Kazmierki, Karpinski, Gayeski, etc.

Os imigrantes poloneses instalaram-se principalmente nas linhas 6ª General Osório e, 7ª Senador Otaviano.

As etnias que formam o povo de Vista Alegre do Prata são os italianos e os poloneses.



HINO DE VISTA ALEGRE DO PRATA

"ETERNA VISTA ALEGRE DO PRATA"
LETRA E MÚSICA: GERALDO ARNALDO PECCIN

Como prata reluzindo,
uma nova aurora viram despontar.
e, aos passos, ia surgindo
a maior razão de "far l'america".
ítalos com fé em deus
cortando vales e subindo serras,
sonhavam com a liberdade.
ter suas famílias, nova pátria e terra.

Refrão: Azul,
do sul, é o céu deste chão
vermelho é o sangue bravo da gente
e verde é a vida entre as matas assim
bate forte o meu coração
ao cantar com o vistalegrense
eterna vista alegre do prata
Mas o brilho atraiu
e outros imigrantes fez aparecer.
poloneses iam chegando
e, também buscando um lugar pra viver.
mãos juntas plantaram grãos
criando vidas do seu labor
colhendo um povo forte
de raízes fundas e de muito amor.

O vistalegrense margeia seus rios
até chegar as suas fontes.
assim, retorna às origens
para projetar melhor o seu horizonte.
caminha por aquela estrada
que como vai, volta também.
italiano ou polonês,
aqui quem vive é feliz... Amém.

Baixar o Hino

MAPA


LOCALIZAÇÃO


Dificuldades de acesso? Não encontrou o conteúdo?
Acesse o mapa do site e encontre conteúdo com mais facilidade!