07/05/2020 AUDIENCIA PÚBLICA PARA ELABORAÇÃO DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS PARA O EXERCÍCIO DE 2021

Secretaria da Fazenda

CONSIDERANDO a existência de pandemia do coronavírus (COVID-19), nos termos declarados pela Organização Mundial da Saúde – OMS; CONSIDERANDO a Lei Federal nº 13.979, de 06 de fevereiro de 2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (COVID -19), com as alterações promovidas pela Medida Provisória nº 926, de 20 de março de 2020, regulamentada pelo Decreto Federal nº 10.282, de 20 de março de 2020; CONSIDERANDO a Portaria do Ministério da Saúde nº 356, de 11 de março de 2020, que dispõe sobre a regulamentação e operacionalização do disposto na Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020; CONSIDERANDO a Portaria do Ministério da Saúde nº 454, de 20 de março de 2020, que declara, em todo território nacional, o estado de transmissão comunitária do coronavírus (COVID -19); CONSIDERANDO que a Câmara dos Deputados, em 18 de março de 2020, e o Senado Federal, em 20 de março de 2020, reconheceram a existência de calamidade pública para os fins do artigo 65 da Lei Complementar Federal nº 101, de 4 de maio de 2020, nos termos do Decreto Legislativo do Congresso Nacional nº 06, de 20 de março de 2020; CONSIDERANDO que, nos termos do artigo 196 da Constituição Federal, a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação; CONSIDERANDO Decreto Estadual nº 55.241 de 10 de maio de 2020 que Determina a aplicação das medidas sanitárias segmentadas de que trata o art. 19 do Decreto nº 55.240 , de 10 de maio de 2020, que institui o Sistema de Distanciamento Controlado para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia causada pelo novo Coronavírus (COVID-19) no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, reitera a declaração de estado de calamidade pública em todo o território estadual e dá outras providências. CONSIDERANDO o Decreto Municipal nº 7.765 de 07 de abril de 2020 que dispõe sobre adoção de medidas administrativas visando a prevenção de contágio pelo novo Coronavírus; CONSIDERANDO o Decreto Municipal nº 018/2020 DE 03 de abril de 2020 que Declara estado de calamidade pública decorrente da situação de emergência internacional, estabelece medidas de prevenção e enfrentamento ao contágio pelo COVID-19, em vista do surto epidêmico do novo coronavírus, no Município de Vista Alegre do Prata ratificando decreto Estadual nº 55.154/2020 de 01 de abril de 2020., reiterado pelo Decreto nº 021/2020 de 17 de abril de 2020. CONSIDERANDO a alta escalabilidade viral do coronavírus COVID -19; CONSIDERANDO que ao Município cabe a adoção de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos à saúde pública, buscando evitar a disseminação da doença em seu território; COMUNICAMOS, que excepcionalmente e pelos motivos acima, não será realizada audiência pública na fase de elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do exercício de 2021. A LDO fixa as metas e prioridades da Administração Pública para o próximo exercício financeiro, norteia a elaboração do orçamento anual entre outros assuntos. Essa Lei também possibilita a conexão entre o planejamento de curto prazo que é a LOA (Lei Orçamentária Anual) e o planejamento de médio prazo contido no PPA (Plano Plurianual). Assim, as audiências públicas que antes eram realizadas presencialmente, reuniam servidores públicos e eram abertas à participação da população, serão substituídas pelo envio das sugestões ou pela solicitação de informações através do e-mail: tributos@vistalegredoprata.rs.gov.br, até o dia 07 de julho de 2020 às 17h. A participação da população irá auxiliar a Prefeitura a identificar quais as áreas prioritárias e possibilitar a melhoria constante dos investimentos, proporcionando maior efetividade à gestão pública. As audiências públicas presenciais, neste momento substituídas pelo meio de comunicação eletrônico, funcionam como instrumentos de consulta e participação popular, sem caráter deliberativo, previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal nº 101 de 04 de maio de 2000, Lei da Transparência nº 131 de 27 de maio de 2009 e Lei de Acesso à Informação nº 12.527 de 18 de novembro de 2011.


Voltar

Mais notícias
22/07/2020 - Secretaria de Saúde
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO COVID-19
30/06/2020 - Secretaria da Fazenda
GANHADORES DA NOTA VISTALEGRENSE
26/06/2020 - Secretaria da Fazenda
Nota Fiscal Vistalegrense
17/06/2020 - Secretaria da Administração
LEILÃO PÚBLICO MUNICIPAL
25/05/2020 - Secretaria da Fazenda
Receita Estadual lança Boletim Informativo PIT
13/04/2020 - Secretaria da Fazenda
Vencedores da Nota fiscal Gaúcha
06/03/2020 - Gabinete do Prefeito
DIA DA MULHER
03/02/2020 - Secretaria da Educação, Assistência Social e Habitação
INÍCIO DO ANO LETIVO
30/10/2019 - Secretaria da Educação, Assistência Social e Habitação
“De pais para Pais”
29/10/2019 - Secretaria da Educação, Assistência Social e Habitação
MATRÍCULAS E REMATRÍCULAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO
10/10/2019 - Secretaria da Administração
Edital nº 009/2019
07/10/2019 - Secretaria da Administração
ELEIÇÃO CONSELHO TUTELAR
25/09/2019 - Secretaria da Educação, Assistência Social e Habitação
ELEIÇÃO CONSELHO TUTELAR
04/09/2019 - Secretaria da Administração
PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO MOTORISTA 40 HORAS SEMANAIS

Dificuldades de acesso? Não encontrou o conteúdo?
Acesse o mapa do site e encontre conteúdo com mais facilidade!